20 C
Brasil
segunda-feira, agosto 15, 2022

Tosa em macho requer cuidado especial no estilo e acabamento

Publicidade

Quando os dois Yorkshire terrier, Tone e Kiko José, voltam do pet shop, a reclamação do aposentado Luiz Fernando Costa é sempre a mesma. “Eu não gosto dos lacinhos e fitas que colocam. Você vai buscar os cachorros e todo mundo acha que são duas fêmeas”, reclama o tutor. “Eu sei que eles não se incomodam, mas eu prefiro que eles fiquem com aspecto mais masculino”.

Luiz não é o único que passa por essa dificuldade. Cada vez mais comuns nos centros de estética animal, os acessórios para pets costumam atender bem ao público feminino, porém, para os machos, as opções são bem mais limitadas. Nessa hora, o tosador precisa saber o que escolher para agradar o cliente.

Publicidade

“Esse tipo de reclamação não pode acontecer”, revela Natália Espinosa, groomer internacional e diretora da Uau Escola de Estética Animal, responsável pela formação de tosadores em Sorocaba (SP). “Na hora de fazer a ficha cadastral, você tem que colocar as particularidades do animal e as preferências do tutor. Mandar um cachorro com laço para alguém que não gosta desse acabamento é uma falta de cuidado com os detalhes.”

Para um ar mais clássico, uma gravata pode ser a melhor opção Foto – Divulgação

Diferenciação de sexo pode acontecer na tosa

Para fugir dos laços coloridos, uma saída é apostar em bandanas, lenços e gravatas que, na maioria das vezes, costumam ser temáticas. Entre os assuntos preferidos, estão os super-heróis, carros ou imagens esportivas.

“Eu, particularmente, sempre mantive os meus machos de laço”, conta Natália. “Se um homem usa brinco, qual problema de o cachorro usar o laço? Podem ser cores mais neutras, como vermelho, verde, azul. Mas, se o cliente realmente não gosta, uma opção é prender o cabelinho apenas com o elástico.”

Sem acessórios, carinha redonda e orelha raspada são indicadas para pets do sexo masculino Foto – Divulgação
Publicidade

Além dos acessórios, o acabamento da tosa também pode ajudar na diferenciação do sexo do pet. Carinhas arredondadas, feitas na tesoura, e as orelhas bem raspadas ajudam a dar um ar mais masculino. Uma outra saída é apostar nos cosméticos adequados. Hoje, existem linhas de perfume para machos, e dependendo da criatividade, ou ocasião, até é possível oferecer um moicano com texturizador para uso veterinário.

“Dá para fazer até uma tosa asiática sem que ela fique com aspecto feminino, com cabecinhas redondas. Podemos usar linhas de Terriers e estilizar tosas com criatividade, como por exemplo, a tosa german em Poodles que traz linhas mais retas, mas sem deixar de ser elegante.”

Mas não é apenas a aparência que é importante na hora de escolher uma tosa para um pet macho. O comportamento e hábitos do cão são fundamentais para definir alguns aspectos da tosa higiênica, por exemplo. Normalmente, os machos costumam se sujar mais nas brincadeiras e até mesmo na hora de urinar, uma informação importante para definir a marcação da tosa e até as diferentes maneiras que a lâmina pode utilizada.

Topete e cavanhaque são saídas criativas para deixar o pet mais masculino – Foto Divulgação

“Na hora de cortar os pelos da região genital, é legal tomar alguns cuidados. Pelo fato de o macho levantar a perninha na hora de fazer xixi, manter a pelagem na região genital a uma certa altura ajuda a direcionar o jato de urina”, orienta a groomer. “Às vezes, o cachorro fica muito pelado naquela região e ele acaba se sujando mais”.

Hoje, o mercado de pet shop vai muito além da higienização e aparo da pelagem. É um verdadeiro serviço de estética que deve ser pensando para atender às características de cada animal e interesse dos tutores. Macho ou fêmea, seu meu amigo tem todo o direito de ficar lindo.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.