25.1 C
Brasil
sábado, outubro 1, 2022

Saiba tudo sobre a raça Yorkshire Terrier

Publicidade

Esta raça, uma das menores do mundo, contém em seu corpo minúsculo todo o caráter e temperamento dos terriers. Dizem que eles desconhecem seu tamanho por causa da facilidade com que enfrentam outros cães muito mais velhos. O Yorkie é um cachorro grande em um corpo pequeno.

Origem da raça Yorkshire Terrier

Embora seu nome venha da conhecida região de Yorkshire, na Inglaterra, esta raça foi realmente criada por trabalhadores escoceses que tiveram que emigrar para a Inglaterra durante o século XIX. Esses escoceses levaram consigo diferentes variedades de terriers, cuja travessia resultou em uma raça especializada na caça de roedores, especialmente em moinhos de algodão e armazéns.

Publicidade

Ao contrário da crença popular, o Yorkshire não é uma raça aristocrática, mas foi criado para ser um cão de trabalho, duro e com caráter, capaz de lidar com ratos grandes.

Embora esses pequenos surgissem como caçadores de ratos e, durante muito tempo, eram uma raça típica das classes trabalhadoras, com o tempo foram ganhando terreno como animais de companhia e, hoje, nos EUA, sempre ocupa o primeiro lugar no ranking de raças pequenas e é um dos mais populares em todo o mundo.

Peso e altura do Yorkshire Terrier

Yorkshire varia muito em peso, e na mesma ninhada pode haver animais realmente pequenos e outros que dobram seu peso.

Publicidade

De acordo com a Federação Internacional de Cinologia, o peso máximo de um Yorkshire Terrier é de 3,2 quilos, embora algumas amostras possam atingir 6,8 quilos.

Originalmente, os yorkshires eram maiores, mas com o tempo o gosto popular por cães pequenos fez com que os criadores optassem por criar animais menores.

A altura da raça também varia consideravelmente conforme o peso varia, variando de 15 cm em pequenos Yorkshire a 25 cm em animais maiores.

Yorkshires Toys, Mini o Teacups

Esses nomes surgiram nos últimos anos para se referir a um Yorkshire Terrier realmente pequeno, que não excede 1,8 quilos quando adultos. Alguns criadores irresponsáveis estão usando cruzamentos consanguíneos, muito geneticamente perigosos, para obter esses cães minúsculos. Esses mini o teacups e toy são fracos e têm muitos problemas de saúde congênitos, além de uma expectativa de vida muito reduzida.

As variedades Toy, Mini ou Teacup do Yorkshire não são reconhecidas por nenhuma associação cinética e não podem participar de exposições oficiais.

Se você decidiu comprar um Yorkshire, lembre-se de que animais muito pequenos são mais propensos a fraturas ósseas e outros problemas de saúde.

Personalidade Yorkie

Uma das razões que fizeram de Yorkshire uma raça tão popular em todo o mundo é seu caráter extrovertido, ativo e curioso. Eles são capazes de se adaptar a todos os ambientes e podem viver felizes em um apartamento e em uma fazenda ou casa de campo.

Eles são cães muito inteligentes, selecionados para fazer seu trabalho sem intervenção humana, porém às vezes possam ser um pouco teimosos. Como bons terriers, eles têm um temperamento forte que pode levá-los a tentar dominar os outros cães da casa, mas com uma mão firme eles podem ser bem educados.

Um dos pontos negativos de Yorkshires é que eles tendem a latir excessivamente. Se os latidos se tornar excessivo, eles podem ser facilmente corrigido com o treinamento adequado.

Este pequeno guerreiro é muito territorial e defenderá a casa de qualquer estrangeiro, qualquer que seja o tamanho. Dito isto, às vezes pode ser necessário proteger Yorkie de si mesmo, porque ele tentará lidar com cães muito mais velhos que ele. Também devido a personalidade, não é um cão adequado para crianças pequenas demais.

Cuidados com o Yorkshire Terrier

Mesmo sendo pequenos, os yorkies precisam de se exercitar diariamente. Eles são uma raça criada para o trabalho e, portanto, são animais ativos que estão sempre conscientes do que está acontecendo ao seu redor e apreciam poder investigar livremente quando são levados para as ruas.

Eles não gostam de ficar sozinhos por um longo tempo e podem desenvolver comportamentos destrutivos quando deixados sozinhos em casa. É um cão que sempre esteve com as pessoas, por isso é um cão de família.

Devido ao seu tamanho, o Yorkshire sofre fraturas frequentes devido a manuseio inadequado, como quedas de uma certa altura ou degraus. É necessário estar ciente disso e prestar atenção quando movermos ou manusearmos um animal tão pequeno. Não é um cão adequado para crianças por causa dessa fragilidade.

Cuidados com os pêlos

É, junto com seu caráter extrovertido e luta, a marca registrada do Yorkshire. Seu manto azulado e dourado, brilhante, suave e macio ao toque, tornou esta raça famosa. O cabelo de Yorkies se parece muito com o humano em sua textura.Os filhotes desta raça nascem pretos com manchas de cor de fogo em algumas áreas, mas não atingem sua cor final até 3 anos ou mais, quando finalmente mostram essa característica cinza-aço.

Muito foi escrito sobre a manutenção de cabelos compridos do Yorkshire, desde fórmulas secretas de óleos essenciais a envoltórios milagrosos. Nada está mais longe da realidade. Segundo os especialistas, a qualidade dos cabelos de nossa Yorkie dependerá de:

Genética

Alimento

Manutenção adequada

Produtos de qualidade no banheiro

Não podemos fazer nada para mudar os genes de nossos cães, mas através de outros fatores podemos obter um pêlo bonito e lustroso.O cabelo desta raça é muito fino e precisa de hidratação constante. Idealmente, banhe o animal uma vez por mês. Antes do banho, escovaremos bem seu pêlo com uma escova de manteiga, especialmente projetada para evitar a quebra dos cabelos. Antes de escovar, aplicaremos um hidratante (à base de óleo de vison, por exemplo) para melhorar a elasticidade da fibra capilar e evitar fraturas.

A escova de manteiga é especialmente recomendada no caso da Yorkshires, porque não quebra os cabelos ao pentear.

Para desfazer os nós, usaremos um líquido específico, que deixaremos agir alguns minutos antes de começar a trabalhar. É sempre melhor tentar inicialmente desfazendoi o nó com os dedos.

O shampoo para banho Yorkshire é sempre específico para cada raça, rico em óleos e muito hidratante. A pele bem hidratada impedirá que o cão coça e crie nós. Existem muitos produtos cosméticos no mercado criados para esta raça.

Além de tudo isso, os profissionais que se dedicam aos concursos de exposições de Yorkshire Terriers recolhem cabelos compridos em pequenas embalagens embrulhadas em papel de seda para protegê-lo.

Aplique hidratante sempre que notar o cabelo do seu Yorkie seco. Infelizmente, o cabelo desta raça é muito sensível e desidrata-se facilmente com aquecimento, chuva, vento … Não hesite em aplicar o hidratante quantas vezes achar necessário, pois nunca dará errado e evitará ressecar.
Lembre-se de que um belo pêlo é o resultado da constância. Se você deseja que seu Yorkshire pareça brilhante e lustroso, você deve usá-lo do filhote à escovação e fazer um trabalho constante de hidratação e pente.

Cortes de cabelo para o Yorkshire

O cabelo de Yorkshire cresce muito rápido e precisa, como mencionamos, de muito cuidado. Quando não temos muito tempo para ser dedicado, e não nos importamos que nosso amigo não pareça com a juba maravilhosa que o caracteriza, ou simplesmente não tenha cabelos de qualidade suficiente, podemos cortá-lo em um salão de beleza para cães ou até em nós mesmos.

Existem vários cortes de cabelo para Yorkshire, a maioria deles imitando outras raças, como o Westie, o Schnauzer ou o Pequinês.Outro corte muito popular é o chamado “filhote”. É provavelmente o mais fácil de manter. Todo o cabelo é aparado até um máximo de 3 cm, uniformemente, e é assim que os filhotes o têm. Assim, além de muito mais fácil manter o cabelo e praticamente não gerar nós, conseguimos dar ao Yorkshire uma aparência de filhote.

Como colocar o laço no Yorkshire

Antes de tudo, queremos lembrar que os laços ou fitas em certas raças, como Yorkshires ou Pekinese, são um costume profundamente enraizado, mas totalmente absurdo do ponto de vista do cão. Esses animais vêem corretamente, mesmo que tenham pêlos no rosto.

É ruim colocar laços nos arcos? Não, desde que não sejam prejudicados ou perturbados em excesso. Se colocarmos o coque corretamente, sem puxá-lo, com o tempo nosso cão se acostumará. No começo, é melhor usar o reforço positivo como prêmio ou petiaco toda vez que o colocamos para que ele se relacione com algo bom.

Se você decidiu que deseja que o seu Yorkie use laço ou fita, tente acostumá-lo, já que ele é um filhote, não apenas para a manobra de colocá-lo, mas também para usá-lo o dia todo.

Passos:

1º.- Penteie os cabelos na cabeça.
2º.- Ajudando você com o pente, faça uma linha reta do canto externo do olho até o ponto médio entre as orelhas e pegue a mecha de cabelo com a mão.
3º.- Com uma borracha capilar específica para cães, faça um rabo de cavalo colocando a borracha na altura das orelhas.
4º.- Coloque o laço ou fita na borracha que sugere o cabelo.

Problemas de saúde mais comuns em Yorkie

A expectativa média de vida dos yorkies é de 13 a 20 anos, embora especialmente as amostras pequenas (abaixo de um quilograma e meio) tendem a viver menos.

Embora o Yorkshire não seja uma raça particularmente delicada, eles geralmente têm um sistema digestivo muito sensível que os faz vomitar e sofrem de diarréia com frequência.

Recomenda-se evitar alterações nos alimentos do nosso Yorkshire, mas se não houver escolha, faça a alteração gradualmente ao longo de vários dias. Dessa forma, o sistema digestivo do cão tem tempo para se adaptar à nova composição.

Problemas dentários em Yorkshire: Como todas as raças pequenas, os yorkies sofrem frequentemente de placas dentárias que se acumulam excessivamente e acabam causando mau hálito, doença periodontal e podem até afetar outros órgãos, como o coração. É aconselhável acostumar os filhotes à escovação regular com creme dental específico para cães.

Luxação da patela: ocorre quando a patela se move de sua posição no joelho devido a tendões fracos. É um problema congênito que pode produzir claudicação descontínua. O tratamento seria descansar inicialmente para tentar fortalecer os músculos da área, uma vez que a inflamação inicial diminuísse. Às vezes, a cirurgia é necessária.

Colapso traqueal: Esse problema é comum principalmente em fios de York menores e é um defeito genético que produz uma traquéia achatada. Quando o colar é usado, a pressão na traquéia pode levar ao bloqueio respiratório. Para evitar que seja sempre aconselhável usar sempre o cinto.
Outros problemas de saúde em Yorkies podem incluir: doença de Legg-Perthes, desvio hepático, displasia da retina e hipoglicemia.

Corte de cauda nos Yorkies

Tradicionalmente, a cauda dos Yorkshires era cortada em comprimento médio. Felizmente, essa prática já está proibida em muitos países. No entanto, o American Kennel Club e o Canadian Kennel Club apenas permitem que aqueles yorkshires com a cauda cortada competem em suas competições.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.