24.9 C
Brasil
sábado, outubro 1, 2022

Saiba mais sobre a raça Yorkshire Terrier

Publicidade

Esses pequenos travessos podem viver em apartamentos ou em uma fazenda nos arredores da cidade. Eles são afetuosos com a família e ficam até com ciúmes se outros cães ou gatos roubarem sua porção diária de mimos.
Mas não se preocupe, porque dentro de casa eles não procuram problemas. Claro, lá fora … isso é outra coisa! Descubra neste guia mais detalhes sobre o intenso temperamento e características do glamouroso Yorkshire Terrier.

Características do Yorkshire Terrier

De tamanho compacto e aparência aristocrática, sua marcha altiva dá-lhes elegância natural. Eles têm um corpo bem proporcionado, com um pescoço longo e um dorso nivelado. O peito é pouco desenvolvido, com costelas levemente arqueadas.
Suas pernas são curtas, bem povoadas de cabelos. As frontais estão posicionadas retas, enquanto as traseiras têm uma angulação moderada. Os pés são redondos e com unhas pretas. A cauda é reta e bastante longa; eles costumam carregá-lo um pouco mais alto do que as costas.

O crânio do Yorkshire Terrier é achatado e pequeno, proporcional ao resto do corpo. A cabeça não deve ser muito arredondada, nem o focinho proeminente. A trufa é preta e pequena. Além disso, os olhos são de tamanho médio, de cor escura. A expressão é de vivacidade e inteligência. As pequenas orelhas em forma de V estão quase sempre em alerta.

Yorkshire Terrier
Publicidade

Sua pelagem é longa e reta em todo o corpo, caindo para os dois lados pelas costas. Tem uma textura fina e brilhante. Para não limitar sua visão, ela geralmente é coletada com um arco ou dois. A cor aceita é o tom de fogo na cabeça, no peito e nas pernas, com um manto azul aço escuro cobrindo o resto do corpo.

  • Altura 17cm aprox. em machos e fêmeas
  • Peso de 3,2 kg aprox. machos e fêmeas
  • Cabelo liso e sedoso
  • Caráter afetuoso e vivaz
  • Saúde regular, probabilidade de desenvolver várias patologias, como luxação patelar nos joelhos, atrofias progressivas da retina, hipoglicemia e colapso da traquéia.
  • Expectativa de vida estimada entre 11 e 15 anos
  • Este é o temperamento de um Yorkshire Terrier

Carinhosos com os deles, os espécimes desta raça logo ganharam a simpatia dos membros da casa. Se você os ignorar, eles demonstrarão sua raiva através de comportamentos destrutivos. Eles não são cães muito tolerantes com brincadeiras infantis e, devido ao seu pequeno tamanho, podem ser facilmente machucados. Portanto, sua adoção não é recomendada para famílias com crianças muito pequenas.
Eles também não gostam de ficar isolados no quintal ou ficar sozinhos em casa por um longo tempo. Para esses cães, é essencial poder interagir com os seres humanos e sentir que nos importamos com eles. Agora, você também não deve ser muito superprotetor, porque nesse caso eles podem se tornar medrosos ou neuróticos.

Leia Também:

Animais de estimação e coronavírus: como cuidar de cães e gatos durante a quarentena

 Quantas vezes um cão precisa ser desparasitado?

Publicidade

Meu cachorro caga sangue; O que há de errado com ele?

Os Yorkshire Terriers suspeitam naturalmente de estranhos e não hesitarão em latir em qualquer visita domiciliar, sejam eles um vendedor ou um amigo. O treinamento para interromper essa tendência deve começar o mais rápido possível.

A socialização precoce também ajuda a conter o temperamento dos terrieres. Além disso, sua instrução não apresenta grandes dificuldades. São cães espertos e curiosos, que sempre procuram agradar. O reforço positivo, com elogios e recompensas pelo bom comportamento, fornece excelentes resultados.

No lugar da convivência, eles se dão bem com outros cães e gatos, desde que tenham sido criados juntos. Se você compartilha sua vida com um Yorkshire Terrier e deseja introduzir outro animal de estimação em casa, deve fazê-lo com cuidado e paciência, para que eles não sintam que deixaram de ser o centro das atenções.

De que cuidados um Yorkshire Terrier precisa?

Os espécimes desta raça se adaptam a qualquer tipo de lar, embora suas necessidades de exercício não devam ser negligenciadas. Tomar duas a três pequenas caminhadas por dia manterá seu corpo e mente equilibrados. Dentro de casa, eles são bastante ativos, pois gostam de brincar e verificar se está tudo em ordem.

Se você tem um jardim, eles terão prazer em compartilhar uma sessão de jogo com você várias vezes por semana. Eles são fascinados por brinquedos barulhentos, embora tendam a quebrá-los para encontrar a fonte do sinal sonoro. Renove-os de vez em quando, para que não comam qualquer componente que possa sufocá-los.

Ah! E você deve ter muito cuidado durante os passeios. Embora pequeno, acredita-se que o Yorkshire Terriers seja do tamanho de um Dogue Alemão. Fique de olho em como eles se comportam com outros cães, pois não é incomum que eles procurem uma briga no parque. Uma boa idéia é sempre carregá-los com uma alça longa que permita controlar seus movimentos sem tirar sua liberdade.

Apesar de serem nativos do norte da Europa, esses cães não toleram ambientes frios e climas ainda menos úmidos. O calor excessivo também não se encaixa bem com eles.

Manter a pelagem não é fácil. Eles devem ser penteados constantemente para evitar emaranhados. Você pode aparar ou amarrar os fios de cabelo que caem em seus rostos para que eles não os incomodem ou os impeçam de ver. Além disso, os banhos são recomendados a cada duas semanas.

Os problemas de tártaro nos dentes são comuns nesta raça, assim que você deve escovar os dentes regularmente. Os ouvidos também são áreas muito sensíveis e devem ser verificados semanalmente para evitar infecções.

Conheça a história da raça

Essa variedade foi desenvolvida em meados do século XIX na Inglaterra. Suas origens são bastante humildes, pois acredita-se que eles se uniram aos spinners escoceses que migraram para o norte da Inglaterra após a Revolução Industrial.

Seu trabalho, a princípio, era livrar-se dos ratos abundantes que povoavam os armazéns onde os tecidos eram mantidos. Entre os ancestrais dos “yorkies”, há o extinto Black and Tan Terrier, o Scottish Terrier, o Airdale e até o maltês Bichon.

Com a padronização da raça, a popularidade desses cães aumentou entre as damas das classes altas. Eles adquiriram seu nome definitivo em 1970 e deixaram de ser conhecidos como os cães dos spinners escoceses ou Paisley Terriers, para adotar o nome de seu condado adotivo: Yorkshire.

Curiosidades do Yorkshire Terrier

O casaco sedoso e o comportamento desta raça deslumbraram celebridades em todo o mundo, desde cantores como Paulina Rubio ou Britney Spears a atrizes como Naomi Watts. Até Paris Hilton compartilha sua vida com um Yorkie!. Nos últimos anos, surgiu uma variedade conhecida como “Teacup Yorkshire Terrier”. Eles são ainda menores em tamanho, que se tornaram moda por sua excentricidade. Este tipo de Yorkshire Terrier não é aceito oficialmente. Além disso, tende a herdar um número maior de problemas genéticos.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.