25.1 C
Brasil
sábado, outubro 1, 2022

Saiba como ajudar seu pet ficar mais relaxado e sereno

Especialista compartilha dicas para deixar o animal de estimação mais calmo no dia a dia

Publicidade

Para os tutores que têm pets ‘serelepes’, toda a ajuda é bem-vinda, principalmente se o animal não consegue parar quieto em lugares como apartamentos ou parques. De acordo com Patrícia Sprada, especialista em cuidado animal e CEO do EcoCão Espaço Pet, primeira franquia dedicada ao bem-estar animal, muitas vezes a falta de atividades com o bicho é o principal motivo para essa inquietação. “Os animais gostam de se movimentar. Pode ser cachorro, gato, coelho ou até mesmo um hamster, sem o incentivo a prática de exercícios, eles acabam se estressando e assim ficam extremamente agitados no dia a dia”, comenta. Para ajudar quem precisa acalmar o pet, Patrícia compartilha algumas dicas, confira:

1 – Realize atividades ao ar livre

Levar o animal para passear ou brincar em espaços abertos é uma alternativa para deixá-lo mais calmo, porque incentiva as atividades e faz com que ele gaste mais energia, deixando-o assim mais tranquilo no dia a dia.

Publicidade

2 – Promova momentos ‘zen’ para o pet

Quem não gosta de relaxar? O animalzinho também gosta de ter seu momento de descanso. Patrícia afirma que o repouso do animal pode começar no momento do banho. “O tutor pode levar o pet para banhos de ofurô, sessões de cromoterapia e ozonioterapia. Muitas vezes esse tipo de serviço é oferecido no tratamento de dores articulares e problemas de pele. Outra coisa bacana de fazer é criar momentos de relaxamento com músicas que dêem conforto ao animal e esse momento pode também ser um descanso para o tutor”.

3 – Atente-se à alimentação

Um dos cuidados essenciais para ajudar a tranquilizar o animal é introduzir uma alimentação mais adequada na rotina. “Opte por alimentos que levem mais energia e nutrientes. Uma dica é olhar com mais atenção para os petiscos oferecidos ao longo do dia ou inserir outras dietas, como a Alimentação Natural, Mas, neste caso, é preciso o acompanhamento de um veterinário”,  comenta a especialista.

4 – Esteja presente na vida do animal

Publicidade

Com as demandas do dia a dia, muitas pessoas acabam deixando o pet sozinho por muitas horas, o que o leva a ter poucos momentos de interação com quem cuida dele. “Inclua na rotina momentos prazerosos com o animal. Quando a gente chega em casa, eles ficam eufóricos, porque passaram muito tempo sozinhos. Os cachorros, por exemplo, começam a latir e correr para todos os cantos. Então, o ideal é ‘incluir o pet na agenda’, ou seja, ter momentos reservados para brincadeiras, cuidados ou simplesmente para jogar as pernas para o ar junto com o companheiro”, recomenda Patrícia.

5 – Mantenha uma rotina

Pode não parecer, mas os animais gostam de ter uma rotina. “Quanto mais o animal souber sobre como será seu dia, mais tranquilo ele ficará. Então, se for possível passear, oferecer refeições, levar ao pet shop para banho, levar à creche etc, sempre no mesmo horário, você estará diminuindo muito a sua ansiedade e seu estresse. Nós mesmos, quando não sabemos como será o nosso dia, tendemos a ficar mais ansiosos”, afirma a CEO do EcoCão Espaço Pet.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.