20.7 C
Brasil
quinta-feira, julho 7, 2022

Quando ir ao veterinário de emergência?

Publicidade

Às vezes, é difícil para o dono do animal decidir quando um problema de saúde para o seu cão ou gato é realmente urgente ou quando a visita ao veterinário pode esperar. Embora todo mundo que tem um animal de estimação saiba quando nosso amigo não está bem, também é verdade que muitas vezes esse desconforto é passageiro e, no dia seguinte, seu comportamento é completamente normal.

Ir ao veterinário é bastante estressante para a maioria dos animais, mesmo nas melhores situações. Se somarmos a isso que nosso companheiro peludo não está bem, podemos realmente criar uma situação que provavelmente não foi tão ruim no começo. Mas também é verdade que outras vezes decidimos esperar e, no final, a única coisa que conseguimos é piorar a situação.

Publicidade

Então, quando ir urgentemente ao veterinário?

Abaixo, detalhamos as situações mais comuns nas quais devemos ir aos serviços veterinários de emergência. Essas são as emergências mais comuns em hospitais e clínicas veterinárias, mas obviamente nem todas são coletadas.

Embora muitas situações de emergência sejam óbvias, como desmaios ou paralisia repentina, e não precisamos de ninguém para esclarecer se devemos ou não ir ao veterinário, outros têm uma sintomatologia muito mais sutil, mas que pode levar a sérios problemas de saúde. Saúde para o nosso animal de estimação ou até mesmo ser mortal.

Dificuldade para respirar

Publicidade

Essa é uma das emergências veterinárias mais importantes , porque a qualquer momento pode ser complicada e apenas três minutos sem respiração supõem um resultado mortal. Para qualquer sinal de desconforto respiratório do nosso animal de estimação, devemos ir ao veterinário com urgência.

Abdômen inchado com suspiros e inquietação

Todos os sinais mencionados acompanham a infelizmente famosa dilatação gástrica ou torção estomacal. É uma patologia mais característica das raças de cães grandes, mas foi vista em animais de todos os tamanhos. Enquanto alguns cães apresentam vários sintomas, outros podem mostrar apenas alguns deles, como arquejo e desconforto, sendo muito mais difícil reconhecer essa patologia. A dilatação do estômago, com ou sem torção, é sempre uma emergência.

Convulsões

As convulsões geralmente não são fatais em si mesmas, desde que seu número não seja alto, mas geralmente são sintomas de algum outro problema que pode ser fatal se não for tratado a tempo, como envenenamento. De qualquer forma, é sempre aconselhável procurar um profissional.

Tosse

Na maioria dos casos, a tosse em animais de estimação não é considerada uma emergência veterinária, embora seja necessário procurar um profissional para descobrir o que está causando essa tosse.

Colapso ou fraqueza extrema

Este sintoma é geralmente um reflexo de problemas importantes, como derrame interno (hemoabdomen), comprometimento cardíaco, choque anafilático, algumas intoxicações … Todos eles requerem atenção veterinária urgente.

Trauma grave

Obviamente, em qualquer caso de trauma, é melhor ir ao veterinário, mesmo que nosso animal de estimação não mostre sintomas de desconforto. Muitas vezes, os animais envolvidos em uma briga ou quedas de uma certa altura não mostram sinais externos de trauma, mas apresentam danos internos que, se não forem tratados a tempo, podem ser fatais.

Vômitos prolongados ao longo do tempo e / ou diarréia

O vômito, em princípio, não é uma emergência. Muitas vezes o corpo reage vomitando um agente externo irritante. Porém, quando prolongados, podem produzir desidratação e, com isso, sérios problemas sistêmicos. Um ou dois vômitos esporádicos, e mesmo acompanhados de diarréia, geralmente são resolvidos com jejum de 24 horas, cuidando da hidratação. Mas se durarem além de 24 horas, e especialmente acompanhadas de cáries e falta de apetite, podem ser sinais de outros problemas graves que requerem atenção veterinária urgente.

Dificuldade em urinar

Em princípio, e desde que não haja bloqueio absoluto, geralmente é causado por infecção na urina e, embora incomode o animal, não é uma ameaça vital. No entanto, existem outras razões muito mais perigosas que podem causar dificuldade em urinar, destacando as pedras urinárias tão comuns em gatos machos e que são realmente uma emergência veterinária.

Paralisia das patas traseiras

Esse acontecimento é característica de algumas raças pequenas, como o poodle ou o dachshund. Ocorre repentinamente pela protusão de um disco herniado que pressiona a medula espinhal, paralisando as patas traseiras. Embora o prognóstico dependa muito do grau de pressão, também depende do animal receber tratamento o mais rápido possível,

Envenenamentos

Nesse caso, muitas vezes estamos cientes da ingestão da substância tóxica antes do início dos sintomas, porque vemos nosso animal de estimação, especialmente cães, comendo veneno … Com que rapidez vamos ao serviço de Emergências veterinárias de suma importância para o resultado final. Em outros casos, mesmo que não vejamos quando ocorre a ingestão de veneno, começaremos a apreciar sinais típicos, como vômitos profusos, convulsões, diarréia, salivação …

Dor aguda

Esse tipo de dor, que faz nosso animal de estimação uivar ou reclamar dramaticamente, é sempre uma emergência, mesmo que não saibamos o que a produz.

Animais de estimação e seu bem-estar são cada vez mais importantes na vida de muitas pessoas. Por esse motivo, surgiram centros veterinários dedicados exclusivamente a emergências, ou seja, permanecem fechados ao público durante o horário comercial, mas atendem aos animais que sofrem emergências durante a noite, feriados ou quando o veterinário habitual é fechado.

Se você tiver dúvidas sobre o estado de saúde do seu animal de estimação, é sempre melhor consultar um profissional.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.