27.9 C
Brasil
terça-feira, setembro 28, 2021

Posso deixar meu filhote de cachorro sozinho em casa?

Publicidade

Quando chegamos em casa com um filhote recém-adotado, costumamos vê-lo tão pequeno e vulnerável que é comum termos dúvidas sobre seu manejo. Os mais frequentes costumam estar relacionados à alimentação e educação, mas existem outros.

Por exemplo, a possibilidade de deixá-lo sozinho em casa e, em caso afirmativo, o tempo de solidão que seria permitido. Neste artigo falamos sobre tudo o que deve ser levado em consideração antes de sair de casa e deixar o nosso cachorro sozinho.

O primeiro dia do cachorro sozinho em casa

Publicidade

A primeira questão que surge quando pensamos em deixar o cachorrinho sozinho em casa é quando é possível fazê-lo. Primeiro, os filhotes devem ser adotados após atingirem um mínimo de oito semanas de vida. Antes devem estar com a mãe e os irmãos, adquirindo ensinamentos fundamentais para o seu equilíbrio no futuro.

Portanto, vamos encontrar um cachorrinho com cerca de dois meses em casa que, até então, nunca tinha estado sozinho. E talvez o ideal seja que continue assim, mas geralmente não é viável. O normal é que tenhamos que sair horas para trabalhar ou estudar. Portanto, em vez de nos perguntarmos quando parar, devemos nos concentrar apenas no como.

Em outras palavras, seremos obrigados a deixá-lo com apenas dois ou quatro meses. O que podemos controlar é sua chegada. Ou seja, podemos adotá-lo em uma sexta-feira ou durante as férias para ter tempo de adaptá-lo à nossa casa e sua nova rotina, enquanto o preparamos para ficar sozinho.

Quanto tempo posso deixar meu cachorro sozinho em casa?

Nesse aspecto, o mesmo ocorre com a idade em que o cão fica sozinho. Ou seja, o normal é que não dependa de nós, pois o horário de trabalho nos é imposto. Claro, o ideal seria não deixá-lo sozinho por oito horas seguidas, não podemos esquecer que é um animal social e sociável. Mas se é quanto dura a jornada de trabalho, seria preciso se adaptar.

E, neste ponto, um aspecto preliminar deve ser levado em consideração: se a gente não fica em casa o dia todo, é apropriado adotar um filhote? A verdade é que não. Se este for o nosso caso e quisermos um companheiro canino, é muito melhor adotar um espécime adulto com pouca necessidade de atividade.

No caso de querer sim ou sim um cachorrinho, seria necessário buscar alternativas. Por exemplo, pagar uma pessoa para atendê-lo, deixá-lo na casa de um amigo ou parente, ou encontrar uma boa residência que ofereça a possibilidade de atendê-lo durante nossa ausência. Você deve sempre ter em mente que um cachorro não é um gato que pode ficar sozinho por um dia inteiro.

Dicas para deixar o cachorro sozinho em casa

Em geral, se devemos deixar nosso filhote sozinho em casa, não é conveniente que o façamos por um longo período de tempo. Cerca de 2 horas seriam suficientes e até 4-6 poderiam aguentar, também dependendo de sua idade e caráter. Mas seria excessivo. Em qualquer caso, antes de sair, tenha em mente as seguintes recomendações :

  1. Prepare um local seguro. O filhote não pode acessar nada que represente perigo para ele, como cabos, janelas, lixo, plantas ou produtos de limpeza.
  2. Ofereça-lhe um lugarzinho dele, ou seja, não lhe dê acesso a toda a casa, pois pode sentir-se inseguro. Em uma sala com tudo o que ele precisa, ele controlará melhor os estímulos e ficará mais tranquilo.
  3. Canse-o antes de ir brincar com ele ou, se ele puder sair, leve-o para um bom passeio.
  4. Se você alimentá-lo, dê tempo suficiente para permitir que ele evacue. Esteja preparado para limpar quando voltar. Filhotes são como bebês e não podem controlar seus vasos sanitários.
  5. Deixe brinquedos para ele se divertir, em vez de desafiá-lo, como jogos interativos ou Kong.
  6. Por fim, não se esqueça de que ele deve ter acesso permanente a água potável Certifique-se de que ele derrube o bebedouro.

Prós e contras de deixar um cachorro sozinho.

O cão ficaria feliz com a nossa presença constante. Mas nossas obrigações geralmente não tornam isso possível. Por isso é bom para ele se acostumar com nossos horários e faltas e, consequentemente, tolerar ficar sozinho em casa com facilidade. O contrário pode ser prejudicial tanto para ele quanto para a convivência.

Os cães podem sofrer de um distúrbio denominado ansiedade de separação. Isso ocorre assim que eles estão sozinhos. Animais choram, latem, destroem qualquer objeto ao seu alcance, urinam e defecam dentro de casa, etc. É por isso que é importante que o habituamos desde a sua chegada a casa até estar sozinho.

Podemos começar aos poucos, por exemplo, saindo de casa por dez minutos. Se na nossa volta tudo estiver correto, tentaremos faltar quinze, vinte, etc. Caso detectemos problemas, a melhor opção é entrar em contato com um profissional de comportamento canino ou etologista para intervir o mais rápido possível.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui