20.7 C
Brasil
quinta-feira, julho 7, 2022

Pet mais saudável: dicas de cuidados durante o clima frio

Redução da frequência de banhos, vacinação em dia e readequação dos lugares de descanso estão entre as estratégias para manter a saúde dos pets durante o inverno; a escolha de bons produtos de higiene também é importante para manter a pele saudável

Publicidade

O que é melhor: o calor ou o frio? Basta lançar a pergunta em uma roda de conversa para que a polêmica comece. E não adianta insistir no debate, porque as pessoas não conseguem entrar em um consenso. Já entre os pets, pode-se dizer que a preferência é quase unânime: os peludos preferem as temperaturas mais baixas, típicas do inverno.

De acordo com Renata Piazera, farmacêutica e CEO da Fórmula Animal ― rede de manipulação de medicamentos e produtos voltados à saúde animal ―, a maior parte dos pets lida muito bem com o frio, principalmente os cães, que ficam mais dispostos e animados para a prática esportiva. “Mas isso não significa que o tutor não deva ter alguns cuidados extras durante a estação, principalmente com filhotes e animais idosos, que são mais suscetíveis a doenças típicas do inverno”, alerta.

Publicidade

Para auxiliar os tutores a garantir a saúde dos pets durante temporada de frio, Renata preparou uma lista com as cinco principais dúvidas sobre o tema. Confira!

1. O pet pode tomar banho normalmente durante o inverno?

Sim, mas é importante tomar alguns cuidados. Além de diminuir a frequência dos banhos, o ideal é evitar fazê-lo nos dias mais frios. A água deve ser sempre em temperatura morna e cheque se as janelas estão bem fechadas, para evitar choque de temperatura. Logo após o banho, o animal deve ser seco com toalha e secador de cabelo. Certifique-se de que a pelagem está bem seca, a fim de evitar a proliferação dos microrganismos. A presença de umidade faz com que o animal se torne mais suscetível a problemas de pele.

2. E em relação à tosa, ela pode ser feita?

Publicidade

Depende. O mais indicado para pets com pelos curtos, idosos, filhotes ou aqueles que dormem em ambientes externos, é manter apenas a tosa higiênica durante o inverno. Já animais que possuem pelos mais longos e densos, o ideal é evitar tosas muito baixas e investir no uso da tesoura, para aparar apenas os excessos.

3. A vacinação tem alguma influência na saúde do animal durante o clima frio?

Assim como os humanos, é bom que os pets sejam vacinados contra a gripe, já que a doença é mais prevalente durante o inverno. Afora isso, é bom aproveitar o momento e checar se o esquema vacinal do pet está em dia, além de investir na vermifugação e no antipulgas.

4. O bichinho precisa de uma ajuda extra para se aquecer, como roupinhas ou cobertores?

Tanto os cães quanto os gatos estão liberados para usar roupinhas, desde que se sintam confortáveis e que a peça não ofereça nenhum tipo de risco à segurança. Também é importante ficar atento ao tipo de tecido, para evitar possíveis alergias. O mais indicado são roupinhas confeccionadas em algodão ou soft. Outro ponto é em relação à higienização das peças, para evitar a proliferação de microrganismos prejudiciais à saúde dos peludos. Lave sempre com sabão neutro e evite o uso de amaciantes.

5. E em relação ao local de descanso, é preciso ter algum cuidado especial?

Sim, é indicado colocar a caminha em cima de revestimentos emborrachados ou estrados, a fim de evitar que o frio do chão atravesse para a caminha. Também é importante proteger o animal do vento, retirando-o de áreas com corrente de ar ou abertas. Caso o pet durma em ambientes externos, é preciso investir em uma casinha e deixar a abertura virada para alguma parede e contra o vento, para evitar a friagem excessiva.

Produtos aliados da saúde da pele

Outro ponto que merece atenção são os produtos utilizados nos pets, que podem influenciar na saúde da pele. No caso do shampoo, por exemplo, o ideal é investir em um produto que limpe com profundidade, mas mantenha a hidratação. “A limpeza contribui para a remoção das sujidades, secreções cutâneas naturais e microrganismos. A hidratação, por sua vez, tem o papel primordial de manter o conteúdo de água na epiderme e manter a barreira epidérmica em perfeito estado. A melhor forma de garantir que esse produto seja balanceado é consultando um veterinário e pedindo uma formulação para manipulação”, explica Renata.

Outro item que pode ajudar nesse sentido e que pode ser manipulado nas lojas da rede são os lenços umedecido de nano coating, indicados para limpeza diária do pet. “O nano coating age formando uma barreira protetora contra a deposição de partículas e sujeiras, mantendo as patas e pelagem do animal limpas por mais tempo. Apresenta ação de limpeza e desinfecção e, em simultâneo, hidrata e protege a região onde o produto foi aplicado. Além disso, possui vantagem por conta da sua praticidade no uso, tornando a aplicação ainda mais fácil”, comenta Piazera.

Já para ajudar na imunidade dos pets, a CEO da Fórmula Animal indica os suplementos à base de DHA (ácido docosahexaenóico), fonte vegetariana pura do ômega 3, produzido a partir da fermentação da microalga Schizochytrium sp.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.