30.1 C
Brasil
sexta-feira, julho 1, 2022

Pet idoso com dificuldades em se locomover? Suplementação alimentar com colágeno é uma solução

Publicidade

Atualmente dentro do mercado pet nós temos diversas opções de produtos e medicamentos que fazem os nossos cães ficarem mais saudáveis, ou até mesmo recuperar uma certa deficiência e problema muscular do qual incomoda o bichinho, um desses produtos milagrosos que podemos incluir na lista são as suplementações alimentares com colágeno.

Essa suplementação tem ajudado cães, gatos, cavalos idosos e atletas com doenças articulares a sentir menos dores, a mancar menos e a ter uma maior mobilidade, algo que acaba garantindo uma melhor qualidade de vida para os animais, segundo pesquisas científicas, os especialistas afirmam que está cada vez mais comprovado que o colágeno é de fato benéfico não apenas para nossa saúde, como também para a dos animais.

Publicidade

“A osteoartrite, doença articular degenerativa que destrói as cartilagens, afeta mais de 20% dos cães com mais de um ano de idade. E 90% dos gatos com mais de sete anos têm degeneração articular”, afirma o veterinário Allan Romulo Ferreira Muche, sócio proprietário da Univittá Saúde Animal e da Nanofarma.

“O ganho com o peptídeo de colágeno para pets em situações como essas é visível já na segunda semana de suplementação diária”, Daniela Serrano, executiva de novos negócios da GELITA, multinacional que fabrica gelatinas e colágenos, afirma que assim como para os humanos, já há uma série de opções de suplementos alimentares compostos por colágeno no mercado pet.

GELITA tem eu seu portfólio o chamado PETAGILE, um produto inovador de colágeno que atua diretamente no combate ao desgaste nas articulações causado no decorrer do processo natural de envelhecimento dos bichinhos e o excesso de peso.

Segundo o veterinário, é extremamente importante que o tutor procure ajuda de um especialista para que ele escolha a suplementação correta e eficaz para o seu pet, “O peptídeo de colágeno pode ser suplementado mesmo para animais jovens e adultos, como forma de diminuição das doenças degenerativas. Por isso, consultar um veterinário é essencial”, conclui Muche.

Publicidade

 

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.