21.1 C
Brasil
segunda-feira, dezembro 5, 2022

O inverno está chegando, como anda a imunidade do seu pet?

Suplementação alimentar com beta-glucanos é capaz de modular a imunidade do pet, reduzindo quadros inflamatórios e aumentando a produção de anticorpos

Publicidade

A saúde dos pets é um tema que vem recebendo cada vez mais atenção dos tutores, preocupados não apenas em tratar e curar, mas em prevenir doenças e proporcionar melhor qualidade e tempo de vida para o seu animal de estimação.

Assim como nos humanos, a má alimentação, o uso de determinados medicamentos, as mudanças bruscas de rotina e situações de estresse provocam alguns episódios de queda de imunidade, refletido em quadros como distúrbios gastrointestinais, queda acentuada de pelos, lesões de pele e quadros de apatia ou cansaço recorrentes.

Durante as estações intermediárias, como outono e primavera, a maior instabilidade nas temperaturas também interfere na imunidade dos pets e os deixa vulneráveis às doenças das estações, como é o caso da Gripe Canina (Tosse dos Canis) no inverno.

Publicidade

Uma nutrição saudável tem papel crucial na saúde dos pets pois influencia diretamente na imunidade do animal, deixando-os mais preparados para superar as adversidades do dia a dia. Atentos a isso, as formulações dos alimentos industrializados trazem uma dieta equilibrada em proteínas, vitaminas, minerais e outros nutrientes importantes para que a maioria das necessidades nutricionais específicas do organismo animal sejam atendidas.

Estudos recentes mostram que além de uma nutrição regular de ótima qualidade, a suplementação com beta-glucanos tem um papel importante no fortalecimento do sistema imunológico dos cães e gatos, com vários benefícios comprovados.

“Os beta-glucanos são polissacarídeos lineares encontrados na parede celular de leveduras, fungos, bactérias e grãos, e são resistentes ao processo digestivo do pet, especialmente os beta-glucanos produzidos a partir de leveduras. O fato de não serem degradados estimula a ação das células primárias de defesa, especialmente as células apresentadoras de antígeno, como os macrófagos. Esse estímulo acaba aumentando a proteção nata do animal contra fungos, bactérias, vírus e parasitas” explica Andrea Nagata, médica veterinária gerente de produtos da Avert Saúde Animal. “Uma alimentação rica em beta-glucanos potencializa a produção de anticorpos estimulada pelas vacinas, como a da Tosse dos Canis por exemplo, o que reforça a proteção do pet e favorece a sua saúde”.

 O aumento da produção de anticorpos também atua de forma positiva na resistência às doenças degenerativas, redução de quadros inflamatórios, auxiliando também na melhoria na função de alguns órgãos como o intestino.

“Além da imunidade, estudos mostram que os beta-glucanos são capazes de modular a glicemia e auxiliar no controle do colesterol e triglicerídeos, distúrbios muito comuns em pets sêniores e nos pets mais gordinhos. A suplementação alimentar com beta-glucanos bem orientada por um médico veterinário é uma excelente aliada à longevidade do pet, com mais saúde e mais vitalidade”, finaliza Andrea.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.