22.4 C
Brasil
quarta-feira, julho 6, 2022

Motivos para adotar um pet na quarentena

Publicidade

Saiba como estar na companhia de um bichinho de estimação pode te ajudar em diversos aspectos!

Diante das medidas de isolamento social recomendadas como uma forma de tentar conter o avanço do novo coronavírus, a procura pela adoção de cães e gatos aumentou consideravelmente nos últimos meses.

Isso porque, como a recomendação de saúde é que se fique em casa até que a situação melhore, muitas pessoas têm buscado alternativas para diminuir a sensação de solidão e ansiedade, comuns neste período.

Publicidade

De fato, a companhia de um pet pode ser muito benéfica tanto para pessoas que moram sozinhas, quanto para quem possui crianças e idosos em casa, uma vez que o animal tende a trazer mais alegria e descontração para seus tutores.

No entanto, antes de tomar a decisão de incluir um novo membro na família, é importante se certificar de que terá condições de criá-lo, principalmente depois que a quarentena acabar.

Sendo assim, confira algumas dicas para uma adoção responsável e conheça os benefícios de ter um novo pet no seu lar!

4 dicas que você precisa saber antes de adotar um novo animal

1- Não tome decisões por impulso

Durante o isolamento social, é comum que muitas pessoas se sintam mais solitárias e carentes, no entanto, é preciso ter consciência de que você terá condições de criar o animal, mesmo depois que tudo isso passar.

Publicidade

Deve-se levar em conta questões importantes como o seu estilo de vida, tempo e principalmente disponibilidade para cuidar do pet durante todo o seu tempo de vida.

2 – Certifique-se de que o animal terá espaço suficiente para viver

Outra preocupação deve estar relacionada ao espaço que o animal terá para brincar, dormir e até mesmo se exercitar. Isso porque ele precisa dessas atividades para se desenvolver e gastar energia durante o dia.

Se você mora em apartamento ou em uma casa pequena, com pouco espaço, o ideal é optar por adotar os cães de porte pequeno ou até mesmo os gatos, pois os animais maiores podem sofrer problemas de adaptação e até desenvolver problemas locomotores.

3 – Considere suas condições financeiras

Antes de tomar a decisão de adotar um pet, é necessário considerar não só as questões relacionadas aos cuidados, mas também questões financeiras, uma vez que os animais geram alguns gastos mensais no orçamento.

Afinal, para um bom desenvolvimento e saúde do animal, é preciso que ele se alimente com boas rações, tome as vacinas em dia, vermífugos e faça consultas regulares com um médico veterinário.

4 – Animais precisam de dedicação e cuidados

Tenha em mente que tudo o que está acontecendo agora é uma situação temporária. Em breve, os comércios, escolas e principalmente as empresas retornarão às atividades normais e você voltará a sua rotina.

Por isso, pense se é possível encaixar os cuidados com o pet no seu dia a dia para evitar que ele fique abandonado ou se sinta deprimido quando você não estiver mais por perto durante um longo período.

Nessas circunstâncias, vale considerar a adoção de um animalzinho que seja mais independente e não demande de tanta atenção, como os gatos.

Ainda sim, é importante ter em mente que os animais não são descartáveis e não devem ser tratados como tal.

Lembre-se que há o período de férias, viagens e você precisará deixá-lo com alguém até retornar, dentre outras necessidades específicas como passeios diários, brincadeiras e outras atividades.

Benefícios de ter um animal de estimação em casa na quarentena

Se a sua resposta às questões listadas acima forem positivas e você optar pela adoção de um pet, saiba que a sua decisão lhe trará inúmeros benefícios. Isso porque os animais são capazes de nos trazer alegria, mesmo nos momentos mais difíceis.

Ainda não conhece as vantagens de ter um pet em casa? Confira a seguir!

Companhia nos momentos de solidão

Não é segredo para ninguém que ter um animal de estimação – principalmente um cachorro –  é sinônimo de ter um companheiro fiel durante todo o seu tempo de vida e não é a toa que eles são conhecidos como o melhor amigo do homem.

Portanto, nada melhor do que um fiel escudeiro para te acompanhar, principalmente neste período em que o distanciamento social tem sido o melhor remédio para combater a Covid-19.

Ajudam a reduzir o estresse, ansiedade e outras doenças

Estudos comprovam de que os bichos de estimação são capazes de reduzir o estresse de seus tutores e, para isso, não precisam de muito. Basta abanarem seus rabinhos ou se afogarem no colo de seus donos para que a mágica aconteça.

Uma boa brincadeira com animal e até mesmo os passeios diários podem contribuir para liberar substâncias no corpo humano que melhoram o humor, aliviam os sintomas de ansiedade e até mesmo podem atuar no tratamento contra depressão.

Além disso, a companhia do pet pode ser fundamental para quem sofre problemas cardíacos e outras doenças como a pressão alta. Isso porque o contato com o animal libera substâncias como a serotonina e dopamina, responsáveis por acalmar e relaxar o organismo.

Cuide de você e do seu novo amigo!

A adoção de um novo membro na família é um momento único e muito especial. No entanto, é importante que continue cuidando de você e dos seus familiares, seguindo as recomendações de saúde para evitar a propagação do vírus.

Evite sair de casa – mesmo que para os passeios com o pet – e tome todos os cuidados necessários com o seu bichinho. Embora não esteja comprovado que os animais possam contrair o vírus, ao menor sinal de que algo não esteja bem com ele, não deixe de consultar um hospital veterinário 24h.

Lembre-se: tudo isso vai passar e logo vocês poderão aproveitar juntos os melhores momentos da sua vida!

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.