21.8 C
Brasil
segunda-feira, julho 4, 2022

Dicas para uma boa saúde dental dos nossos cachorros

Publicidade

Como sabemos, os cães precisam de muitos cuidados. Nós nos esforçamos para ter uma higiene corporal adequada, boa comida e caminhadas diárias. Mas essas não são as únicas necessidades que nossos amigos têm. A higiene dental é um dos eternos esquecidos em relação aos cuidados caninos, apesar de ser de extrema importância.

Existe uma alta porcentagem de cães com problemas dentários após os 3 anos de idade. Se não cuidarmos da boca de nossos animais de estimação, vários sintomas e doenças podem aparecer:

Publicidade

Tártaro: O tártaro é o primeiro sintoma que aparece em uma boca que não está sendo tratada adequadamente. É um acúmulo de sais, restos de comida e bactérias. Por esse motivo, forma-se uma placa amarelada dura nos dentes, que é colonizada por essas bactérias. Quando o acúmulo de tártaro é grande, às vezes é necessária limpeza dentária. Para limpeza dentária profunda, o animal deve ser anestesiado.

Halitose: a halitose, também conhecida como mau hálito, é outro sintoma que ocorre em cães com falta de higiene bucal ou doenças periodontais decorrentes.

Gengivite: Quando o acúmulo de tártaro na boca não é tratado, pode levar à gengivite. A gengivite é uma inflamação das gengivas que causa grande desconforto e dor em nossos animais de estimação. Esses desconfortos podem fazer com que os cães parem de comer.

Periodontite: se não tratarmos a gengivite, ela poderá evoluir para periodontite. A inflamação afeta a coroa do dente ou mesmo a raiz. Esta inflamação causa a queda dos dentes, perdas irreparáveis na boca dos cães.

Publicidade

A coisa mais importante sobre doenças dentárias em cães é a sua prevenção. Aqui estão algumas dicas para evitar os problemas mencionados acima:

Acostumando o filhote à manipulação da boca: para evitar problemas dentários, é importante escovar os dentes de nossos cães semanalmente. Se acostumarmos nossos filhotes à escovação, não teremos dificuldades ao fazê-lo. Existem escovas de dentes e cremes dentais específicos para cães que facilitarão o trabalho.

Dê uma alimentação adequada: A ração seca é mais adequado para a saúde bucal de seu animal de estimação. Os croquetes de ração são duros e, quando mastigados, esfregam contra os dentes, ajudando a prevenir o tártaro e a placa bacteriana. Os alimentos úmidos , e favores de alimentos caseiros o acúmulo de tártaro.

Lanches específicos contra o tártaro dental: Existem inúmeros produtos que nos ajudam a manter a higiene na boca de nossos cães. Existem lanches que impedem o acúmulo de tártaro.

Também existem produtos líquidos como ou pó como que ajudam a combater o mau hálito e minimizam os depósitos de tártaro nos dentes.

Brinquedos para mastigar seguros: Outra alternativa para a prevenção do tártaro são ossos grandes e brinquedos para mastigar. Nossos cães se divertirão com eles, a mastigação também é preferida e o acúmulo de tártaro é minimizado.

Nem todos os ossos são válidos. É melhor perguntar ao veterinário quais ossos são recomendados e quais não são para nossos animais de estimação. Ossos pequenos ou lascados são muito perigosos e podem até ser fatais.

Seguindo esta série de dicas, nosso melhor amigo pode ter uma prótese em perfeitas condições.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas: