25.7 C
Brasil
quarta-feira, julho 6, 2022

Como saber se minha cadela está em trabalho de parto

Publicidade

É absolutamente normal que, quando a nossa cadela engravidar, as dúvidas nos invadam. Quando será o parto, saberemos como cuidar dela quando ela começar o parto, quanto tempo leva o processo de parto, etc … Devemos ter calma, tudo é muito mais fácil do que parece e se tudo correr como deve, podemos assistir o parto nós mesmos.

É importante ter em mente algumas dicas para facilitar o processo de parir a nossa cadela, principalmente se ela for pela primeira vez; observe-a nos últimos dias de gravidez e apoie-a em todos os momentos. Você precisará tentar saber se sua cadela deseja parir na sua companhia ou, pelo contrário, prefere um lugar solitário e escuro, longe de todos.

Publicidade

No Meu Pulguento vamos revisar quais são os sintomas mais notórios antes de um parto iminente e como agir.

Quanto tempo dura a gestação de uma cadela?

A duração total do período de gestação de uma cadela varia muito dependendo de sua idade, tamanho e raça. Algumas cadelas têm um ciclo de gestação de apenas cinquenta e cinco dias, enquanto outras chegam a quase setenta dias.

Como devemos ir ao veterinário para fazer ultrassom de rotina e verificar se está tudo bem, ele vai calcular a duração da gravidez da nossa cadela. Já por meio do ultrassom é possível determinar o desenvolvimento dos filhotes e estimar uma data aproximada para o parto.

Os cães geralmente não seguem nenhuma data para este fim, simplesmente começam a dar à luz quando a mãe natureza indica que chegou a hora, quando o corpo indica que é hora de dar à luz.

Publicidade

Em qualquer caso, é conveniente aproximar-se da data mais próxima do parto, permitindo assim um melhor atendimento e preparo do mesmo a fim de prevenir perdas neonatais ou outras complicações. Estimar uma data mais próxima da realidade nos permite melhores decisões no planejamento de cesáreas, nos casos em que é necessário.

Que sintomas uma cadela apresenta quando vai dar à luz?

O trabalho de parto ocorre em 3 fases (dilatação do canal de parto, expulsão fetal e expulsão da placenta). Cada uma dessas fases envolve mudanças hormonais que determinam uma série de sintomas.

Embora estes sintomas não possam ser tomados pelo seu valor nominal, uma vez que cada cadela é um mundo diferente e nem todas as cadelas os manifestam da mesma forma … pode-se dizer que, em termos gerais, a maioria das cadelas apresenta um ou mais destes sintomas.

Vamos rever o que são, quais as características que oferecem e como devemos agir perante eles. Lembre-se de que o momento de dar à luz um cachorro é um momento íntimo. A atitude do cão para com o dono pode variar, enquanto alguns preferem a sua presença, outros procuram um local recluso e escuro para dar à luz.

Um lugar ideal para dar à luz

É muito comum que um dos sintomas seja que a nossa cadela procure um local acolhedor e tranquilo para dar à luz, em geral são locais que de certa forma podem parecer uma toca. Nosso cão vai encontrar um lugar seguro e tranquilo em casa ou fora e começará a mostrar posturas confortáveis ​​quando chegar a hora.

Alguns cães se enrolam em uma bola e parecem estar chocando um ovo, isso é chamado de postura do ninho. Esse tipo de comportamento nos dá pistas de que o momento do parto está próximo.

Chama sua atenção e evita outros cães

Quando nosso cão sabe que o momento está próximo, ele impedirá que outros cães ou animais fiquem ao seu lado. É uma forma milenar de proteção para evitar que outros animais ou cães tentem atacá-la durante o parto ou tentar machucar seus filhotes.

Leia Também: 

Se tivermos mais cachorros em casa, devemos evitar que incomodem a cadela que vai dar à luz e retirá-los. Por outro lado, na maioria dos casos é absolutamente normal que a cadela procure o seu dono e exija a sua atenção, ela sabe que vai dar à luz e quer que esteja ao seu lado, ajudando-a e apoiando-a.

Se você acha que esta situação pode sobrecarregá-lo, você pode chamar o veterinário para acompanhá-lo durante o processo de parto. Embora seja algo que você mesmo pode fazer, desde que não haja complicações. Se você considera que seu cão está mais nervoso do que de costume, é porque a hora do parto está próxima. É absolutamente normal que fiquem mais perturbados do que de costume, pois para eles também é algo excepcional.

Minha cadela lambe suas partes e expele líquidos

Outro sintoma claro de que o parto está próximo é justamente este: quando nosso cachorro começa a lamber suas partes com insistência, poderemos perceber como depois de um momento um líquido viscoso começa a sair de seus órgãos genitais.

É um tampão que se formam naturalmente para evitar que infecções entrem no útero e, antes do parto, expelem aquele tampão que parece esverdeado, esbranquiçado ou amarelado. É um pouco desagradável de olhar, mas algo que não deve nos preocupar, pois é totalmente natural.

Também é comum que elas não comam suas rações ou alimentos habituais, pois nas horas ou dias anteriores ao parto tendem a perder o apetite e podem até sentir náuseas e vômitos. É algo que não deve nos preocupar muito. Não se preocupar NÃO significa deixar de observar cada mudança, isso vale para todas as fases do trabalho de parto e até mesmo para o puerpério (pós-parto)

Temperatura diminuída e contrações aumentadas

Um bom truque para determinar quando seu cão está em trabalho de parto é medir a temperatura corporal através do reto (ânus). A temperatura normal de nossa cadela será de cerca de 38 graus durante os dias anteriores ao parto, mas quando se aproxima o momento do parto, sua temperatura cairá entre um e dois graus.

Essa queda na temperatura se deve à queda repentina nos níveis de progesterona (um hormônio determinante no mecanismo de trabalho de parto). As contrações também são um sinal claro de que o parto é iminente, assim como acontece com os humanos. Podemos apreciar as contrações de nosso cão em seu intestino, contar o tempo e apreciar como ocorre o milagre da vida.

O que devo fazer enquanto meu cachorro está dando à luz?

Realmente não devemos fazer nada, uma vez que ela tenha aceitado nossa companhia, apoiá-la com todo nosso amor. Quando a nossa cadela tiver escolhido o local do parto, devemos colocar toalhas ou lençóis limpos, para que ela se sinta muito confortável.

Quando o momento se aproxima, ela vai adotar uma posição confortável para o parto, ela pode deitar de lado e esperar que os filhotes nasçam um de cada vez ou ficar em pé e vê-los cair com cuidado. Às vezes, até quarenta minutos podem se passar entre filhote e filhote, portanto, devemos ser muito pacientes.

É importante que você observe a apresentação em que os filhotes vêm, se a cabeça sai primeiro está tudo bem, por outro lado se você observar que os membros posteriores saem primeiro, não é que esteja indo mal, mas requer uma ajuda sua. É um procedimento muito simples e você deve estar o mais calmo possível, para que seu cão não sinta medo de sua parte.

Você vai pegar o recém-nascido pelas extremidades e aproveitando cada contração uterina vai ajudá-lo a sair, de forma delicada. Quando o filhote nasce, a mãe começa a lambê-lo até que ele respire sozinho. Não devemos intervir enquanto verificarmos que nosso cão removeu todas as membranas e fluidos do trato respiratório.

Do contrário, faremos nós mesmos com um pano limpo que preparamos previamente. Nossa cadela então levará seu filhote para mamar ou, se isso não acontecer, o próprio filhote irá para a mãe da cadela.

Quando todos os filhotes nascerem, nós simplesmente temos que nos certificar de que eles estão confortáveis ​​com sua mãe. Tem ninhadas que são muito grandes e os cachorros mais pequenos ficam sem mamar, porque a gente pode colorir, mais perto do peito, porque pelo cheiro vai identificar e começar a mamar.

Garantir a lactação nas primeiras 36 horas é fundamental para a saúde futura de seus filhotes. Às vezes a cadela come a placenta e o parto fica, é algo muito normal e natural, pois contém uma grande quantidade de nutrientes que a nossa cadela precisa.

Se durante o parto percebermos que um filhote nasce morto ou morre, devemos removê-lo. Se apreciamos alguma complicação no parto, como a presença de sangue preto ou muito escuro e fedorento, devemos avisar com urgência o veterinário.

Quantos filhotes uma cadela pode ter?

É impossível determinar quantos filhotes uma cadela grávida vai ter, pois dependendo do seu tamanho, raça, número de montarias realizadas, história de nascimentos anteriores e saúde, pode ter dois, três ou até dez filhotes na mesma ninhada. Não se assuste se houver mais, há casos documentados em que numa única ninhada existem até quinze cachorros.

Embora nosso veterinário possa nos dizer com precisão o número exato de filhotes, já que graças aos ultrassons de rotina que ele deve realizar em nosso cão, ele poderá vê-los e contá-los. Se o número de filhotes for maior do que o número de filhotes que você pode ter, você deve procurar casas para eles quando tiverem dois ou três meses de idade e você pode separá-los da mãe.

Como cuidar de uma cadela e de seus filhotes após o parto

Os filhotes devem estar amamentando a mãe até pelo menos os dois meses de idade, por isso nosso trabalho com eles será pautado em garantir seu conforto e higiene.

Colocar toalhas ou lençóis limpos periodicamente, limpar seus excrementos e urina, etc …

Devemos dar à nossa cadela que acaba de dar à luz um alimento específico para cadelas em lactação. Podemos encontrar este tipo de alimento em qualquer clínica veterinária e são altamente recomendados, pois contêm muitos nutrientes essenciais para a lactação e para o nosso cão recuperar as forças.

Também seria aconselhável ficar atento à temperatura da nossa cadela nas primeiras horas após o parto. É um procedimento muito simples, só de tocar no nariz você vai ver … se estiver quente é febre, mas na maioria das vezes não vai apresentar febre.

A febre ocorre em algumas ocasiões quando restos de membranas permaneceram dentro do seu cão, então você deve chamar o seu veterinário nesses casos. Devemos evitar que estranhos, que nosso cão não conheça, se aproximem dela ou de seus filhotes, seu instinto protetor pode emergir e assumir uma atitude defensiva.

Leia Também:

De resto, será o veterinário quem lhe dará as orientações a seguir, dependendo do estado dos cachorros. Lembre-se de escolher alguns nomes bonitos para seus filhotes e dar a eles todo o amor que eles merecem. Para eles você também faz parte da família deles, não os decepcione.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.