20.4 C
Brasil
segunda-feira, janeiro 30, 2023

Como realizar o transporte dos gatos sem estresse?

Mudança de ambiente pode ser angustiante para os felinos, mas algumas dicas podem auxiliar para que o processo ocorra de forma mais tranquila

Publicidade

As idas ao veterinário e as pequenas viagens de carro são situações desafiadoras para os gatos já que as mudanças de ambiente desencadeiam sensações de desconforto e insegurança.

Como gostam de ter o controle sobre o território que habitam, para se sentirem seguros, quando algo foge da rotina, os felinos tendem a ficar incomodados até que se acostumem com a nova ordem.

É preciso compreender que a casa é considerada um local seguro por esses animais, pois os gatos liberam, ao esfregarem a cabeça e o corpo em objetos, como móveis, paredes e cortinas, um odor facial natural que serve para o reconhecimento do ambiente e que transmite a sensação de conforto e segurança. Durante o transporte o pet perde todos esses sinais olfativos o que gera o estresse.

Publicidade

Alguns cuidados podem ajudar a diminuir essa sensação de desconforto do pet. Para auxiliar neste processo a médica-veterinária Nathalia Fleming listou seis dicas para o transporte dos felinos.

Caixa de transporte deve fazer parte da rotina: O ideal é que objeto fique no ambiente do gato e o proprietário incentive seu uso, seja utilizando snacks ou brincadeiras que façam o pet entrar no espaço. Assim, o felino irá associar o item a uma coisa boa e ficará mais fácil transportá-lo quando necessário.

Atenção a mobilidade: A escolha do item deve considerar o porte do animal é preciso que o felino consiga manter sua mobilidade no local. Além disso, é indicado colocar um cobertor para aumentar o conforto.

Planeje o percurso: Prefira trajetos mais curtos e certifique-se que a temperatura esteja ideal para o animal. Em caso de trajetos mais longos coloque todos os itens no carro primeiro e deixe para acomodar o animal na hora de sair, isso evita que o animal fique estressado aguardando a movimentação.

Prepare-se para as viagens: Neste caso, o fornecimento de alimento deve ser reduzido. Para as necessidades fisiológicas do animal, é necessário colocar tapetes absorventes dentro da caixa de transporte, que devem ser trocados sempre que utilizados. Se necessário, cubra a caixa de transporte com uma toalha para diminuir os estímulos externos.

Publicidade

Utilize um análogo sintético ao odor facial felino: O análogo sintético ao odor facial felino reproduz o sinal que os gatos deixam no ambiente para marcar o local como conhecido. Quando o produto é aplicado na caixa de transporte ou coberta, o felino interpreta que aquele ambiente é seguro e isso proporciona bem-estar e conforto.

Ao voltar para casa: Quando retornar reintroduza o felino ao ambiente com calma, coloque a caixa de transporte no chão e abra a porta, respeite o comportamento do gato caso ele demore alguns minutos para sair do espaço.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.