21.2 C
Brasil
sexta-feira, maio 27, 2022

Como prevenir pulgas e carrapatos no Verão?

Se atente aos cuidados contra esses parasitas que fazem tão mal para os animais

Publicidade

Neste período de verão, as pessoas aproveitam para se refrescar em praias, mas os curitibanos não tem toda essa facilidade. Devido a capital paranaense não contar com praias, os parques são fortes pontos turísticos os quais também dividem espaços com as famosas capivaras, mas ainda sim, não deixam de ser o ponto de encontro de muitos amigos e familiares que descansam na grama, fazem piqueniques e levam seus cães domésticos para passear. Mas o que ninguém espera é encontrar pulgas e carrapatos nesse espaço, fator que está ficando mais frequente devido à natureza da capivara de portar esses bichinhos e a época de aumento da eclosão dos ovos desses parasitas nos gramados de lazer.

A CEO do espaço pet sustentável EcoCão, Patricia Sprada Barbosa, afirma que ‘’manter em dia o antipulgas e carrapaticida é importantíssimo para a saúde do pet em qualquer época do ano, mas maior atenção deve ser dada agora, época de proliferação de pulgas e carrapatos.” Com isso, coleiras e sprays anti-pulgas e carrapatos são as principais opções, mas sempre procure um profissional para orientar sobre a melhor escolha para o seu animal devido ao tipo de pelo, porte e idade.

Publicidade

A médica veterinária do EcoCão, Nicole Cherobim, orienta escolher anti-ectoparasitas que, além de pulgas e carrapatos, combatem também mosquitos os quais são um grande mal, pois podem transmitir a Dirofilariose – verme do coração e a Leishmaniose, entre outras doenças que podem ser fatais para os pets. Associado a ele, é recomendável utilizar produtos tópicos que tenham efeito repelente porque vários anti-ectoparasitas evitam as infestações, mas não as picadas. Isso quer dizer que o animal precisa ser picado para então o parasita entrar em contato com o princípio ativo e morrer, mas isso pode ser suficiente para desenvolver uma DAPP (Dermatite Alérgica a Picada de Pulga) ou até mesmo adquirir algumas doenças transmitidas pela saliva do parasita em questão (Doença do Carrapato, por exemplo).

Dessa maneira, o passeio ao ar livre é saudável tanto para o dono quanto para o próprio pet. Se atentando aos devidos cuidados, é possível aproveitar e descansar nos parques em dias ensolarados.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.