22.4 C
Brasil
quinta-feira, julho 7, 2022

Como acalmar um cachorro com medo de tempestades

Publicidade

Na verdade, cerca de um terço dos cães tem medo das tempestades, do barulho da chuva, do trovão ou mesmo do clarão de um raio, é algo que acontece devido a vários fatores como a sua grande capacidade auditiva ou inseguranças não trabalhadas a nível psicológico.

Acalmar um cachorro com fobia de tempestade não é complicado, porém é algo que devemos fazer para que, aos poucos, o medo diminua e acabe se acostumando a ruídos altos como trovões.

Publicidade

Esta mesma técnica para acalmar o seu cão também o ajudará se ele tiver medo de pirotecnia, já que o som dos fogos de artifício pode ser muito parecido com o do trovão. Explicamos os passos que você deve seguir para acalmar seu cão e aprender a não entrar em pânico.

Passos para acalmar um cachorro com fobia de tempestade

A fobia de trovão, raio, relâmpagos, chuva ou tempestades em geral é chamada de Brontofobia e é muito mais comum do que imaginamos, não só em cães … também em humanos, principalmente crianças.

É o ruído alto, intenso ou constante que faz com que o nosso cão esconda o rabo entre as pernas e procure um refúgio para se esconder, na sua cama, debaixo da nossa cama, atrás do sofá…. cada cachorro tem seu esconderijo favorito em algum lugar da casa.

Deve-se notar que o cão pode não ter fobia de trovão, mas se ele tem medo da chuva, o som das gotas batendo na janela ou no parapeito da janela pode ser mais do que suficiente para assustá-lo.

Publicidade

Seguindo essas dicas você poderá eliminar o medo do seu cão de tempestades e também com fogos de artifício, pirotecnia.

1. Deixe seu cachorro se esconder onde quiser

Não tente forçá-lo a ficar perto de você ou em um quarto onde ele não queira, se o seu cachorro quiser se esconder embaixo da cama (por exemplo) deixe que ele o faça. Ele se sente seguro ali, não cometa o erro de tirar essa sensação de segurança.

Quando chega uma tempestade e o cão fica com medo, ele precisa se proteger ou entrará em estado de pânico, o que pode levá-lo a latir sem parar ou mesmo a apresentar algum comportamento inadequado, até mesmo morder.

Lembre-se de fechar janelas e até persianas para minimizar o barulho da chuva e dos trovões, quanto menos intenso, mais facilmente podemos acalmar o cão.

2. Fique calmo e lhe faça companhia

Se você está nervoso, seu cão vai perceber e ficará ainda mais nervoso, se você ficar com raiva ele também vai perceber e pensar que você ficou com raiva dele, deixando-o ainda mais nervoso. Sua calma é fundamental para que ele não se aborreça mais.

Se o seu cachorro se escondeu debaixo da cama, fique ao lado da cama e sente-se no chão para que ele possa vê-lo e saber que você está lá. Não faça nada, apenas fique aí quieto, você pode cantarolar ou cantarolar baixinho para se sentir confortável e que seu cão detecte sua tranquilidade.

Se o cão for acessível, acaricie-o de vez em quando sem prestar muita atenção. O objetivo desta segunda etapa é transmitir calma e tranquilidade. Não cometa o erro de repreender seu cão, gritar com ele ou ficar chateado.

3. Tente brincar com isso

Seu cachorro está assustado debaixo da cama por causa do barulho da tempestade, mas calmo porque você está lá com ele. Quando tiver passado algum tempo, digamos vinte ou trinta minutos, tente acariciar ou mimar-me, faça-o se sentir confortável.

Se não sobra por causa de sua fobia de tempestade, ele tenta enganá-lo com seu brinquedo favorito ou até mesmo algum osso especial para cães, a comida costuma sempre funcionar para distraí-los. Não o force a sair do esconderijo, apenas tente distraí-lo.

O objetivo é que o cão foque sua atenção em você, no jogo ou na comida e assim a tempestade e os ruídos da chuva ou do trovão ficarão em segundo plano em sua mente. Se não estiver acessível, você mesmo pode tentar entrar debaixo da cama, com ele.

4. Seja insistente, não desista

Provavelmente, você não conseguirá eliminar o medo de tempestades do seu cão com uma simples sessão de terapia, seguindo nosso conselho. Mas com persistência e paciência, em pouco tempo você verá como seu cão está reduzindo o pânico.

O truque está na perseverança, aplique esta técnica sempre que seu cão se assustar com o barulho de foguetes, tempestades ou qualquer outra causa que produza fobia e medo.

O grande passo será quando seu cão decidir sair do esconderijo para focar em você, então você verá que ele está realmente superando o medo. Para isso, nunca o deixe sozinho quando houver tempestade ou ruídos fortes, faça sempre esta terapia e em poucos meses o seu cão terá superado os seus medos.

Conclusões

É o barulho alto ou contínuo que produz esse medo nos cães, pode ser um trovão ou um foguete, se o barulho for alto o cachorro reagirá procurando refúgio. Esses tipos de fobias nunca se curam por si próprios. Se você não pode ajudar seu cão seguindo os conselhos dados, é melhor que você vá a um etologista canino, ele pode fazê-lo.

Se a tempestade pegar na rua, simplesmente encontre um lugar onde você não se molhe e coloque seu cachorro ao seu lado. Dê carícias nele e tente distrair sua atenção com um pedaço de pau ou brinquedo, o importante é não deixar o medo monopolizar toda a sua atenção.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.