27.9 C
Brasil
terça-feira, setembro 28, 2021

Coloração dos pets não maltrata e trás benefícios para os animais

Publicidade

Nico é um modelo pet. Isso mesmo! Um modelo para procedimentos estéticos voltados para cachorros. E ele adora, viu?! Após a finalização do banho e tosa e da coloração, ele passeia pelo salão, brinca com os tosadores e ainda fiscaliza os demais cachorrinhos. Mas nem sempre a vida de Nico foi assim. Franciele Ferraz resgatou o pequeno bulldog de maus tratos, em situação de risco de morte. Hoje, ele é muito amado e adora os caprichos que recebe da família.

Mesmo com a felicidade estampada no rosto de Nico, muitas pessoas afirmam que os procedimentos estéticos, principalmente a coloração, são maus tratos para os pets. Mas isso não é verdade, conforme explica Natália Espinosa, groomer internacional e diretoria da Uau Escola de Estética Animal, responsável pela formação de tosadores em Sorocaba/SP. “Muitas pessoas ligam a parte de coloração como maus tratos, mas toda a linha usada para esse trabalho é de uso veterinário, são tintas atóxicas que saem com o banho. Coloração não é maus tratos. Abandono, sim! Todo o procedimento é realizado por profissionais qualificados, com técnica, produtos adequados e muito amor. O animal gosta da atenção que é dada, o carinho que recebe durante o processo e a atenção que recebe das pessoas quando fica pronto”, afirma.

Publicidade

Para realizar a coloração, o profissional tosador deve ser qualificado e investir em especializações e produtos de qualidade, tendo em vista que o ramo pet é uma área em constante atualização. Por isso, muitos são os cursos desenvolvidos para formar e especializar os groomers. Em escolas profissionalizantes do segmento, como a Uau, por exemplo, sempre é montado um cronograma de especializações aos alunos, que inclui a coloração. Segundo Natália, o profissional deve investir no seu conhecimento. “Quando você decide fazer uma especialização, você investe em si mesmo e esse investimento faz com que você comece a se autovalorizar. É aí que o tosador passa a apresentar trabalhos melhores para o seu cliente que, por consequência, vão refletir no bem-estar do animal”, afirma.

Phillipe Nogueira é groomer e ministra diversas especializações pelo Brasil, como a de Coloração e Tosa na Tesoura, que promove mais do que conhecimento técnico, esclarecendo dúvidas sobre os benefícios desses serviços. “As tintas utilizadas não fazem mal, porque trabalhamos com ética e amamos os animais. A coloração só tem benefícios. É um trabalho bem legal e as pessoas adoram quando eu passeio com cachorro colorido na rua, por exemplo. Todos querem tirar foto e fazer carinho. Todo animal gosta de ganhar atenção e amor”, afirma.

Por falar em carinho, quem entende disso é a Franciele, tutora do Nico. Ela também é groomer e decidiu colocar em prática os conhecimentos adquiridos com Phillipe para deixar o cão ainda mais bonito. Franciele só não imaginava o quanto Nico ia adorar. “Eu acredito que tudo isso foi uma transformação na vidinha dele. Viver da forma que ele vive hoje nem se compara ao passado. Quando conseguimos unir o resgate animal com a nossa profissão, é muito gratificante. O salvei e hoje eu e ele somos muito mais felizes”, finaliza.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui