27.9 C
Brasil
terça-feira, setembro 28, 2021

Cachorro defecando sangue? Saiba as causas e os devidos cuidados que o tutor deve possuir

Publicidade

O seu cãozinho pode enfrentar diversos problemas e contratempos no decorrer de todo o seu ciclo de vida, um deles do qual acaba preocupando muitos tutores é o sangue nas fezes dos bichinhos, isso pode indicar diversos problemas de saúde ligados a alimentação, enfermidades e lesões no animal.

O sangue nas fezes do seu cachorro pode desencadear diversos indicativos, um desses exemplos podem ser de infecções na região, ações de parasitas e até mesmo problemas no organismo do pet do qual terá que possuir todo o apoio tanto do seu dono quanto dos profissionais e especialistas com o objetivo de saber o que realmente aconteceu com o animal.

Publicidade

Um desses problemas pode ser a chamada ação de agentes invasores, essa ação de parasitas pode ser uma das causas de sangue nas fezes do cachorro, entre essas invasões estão as infecções das bactérias Salmonela e Clostridium, Parasitas intestinais, Parvovírus e vírus da corona, esses são os principais sintomas que podem mudar a aparência das fezes.

Além dos citados acima, outro fator que resulta neste problema são as lesões causadas muitas vezes pelo esforço muscular ao defecar, as lesões retais que acontecem quando o cão come algo que não podia, pois podem trazer a presença de sangramento na região, inclusive nas fezes. Temos mais alguns exemplos do quais podem ocasionar essas complicações, são os problemas no sistema digestivo, como a colite, uma inflamação intestinal, também vale destacar as alergias e intolerâncias a algum alimento, isso pode estar relacionado a essa modificação nas fezes do bichinho.

Após analisar cuidadosamente as possíveis causas dessas anormalidades é hora de saber quais são algumas das medidas que o tutor tem de tomar quando o cocô do cachorro contém sangue, um dos passos mais importantes é analisar o tipo de sangue, fotografe o cocô, pois essa será a forma correta de descrever as características para o veterinário. Depois de levar o cachorrinho ao veterinário, ele pode pedir exames físicos de urina, fezes, raio-x, biópsias e até colonoscopia canina, deste modo o profissional consegue fazer um diagnóstico mais detalhado e preciso para receitar um tratamento adequado para que o dono do animal siga corretamente.

Mesmo sendo assustador e pegando muitos de surpresa esse é um problema bastante comum que pode significar algo grave ou apenas uma inflamação que pode ser facilmente tratada sem nenhuma complicação para seu pet, por isso sempre é importante procurar o profissional mais sério e adequado possível para ajudar seu bichinho e garantir a saúde do mesmo.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui