24.9 C
Brasil
sábado, outubro 1, 2022

Alimentação dos gatos: O que é importante saber? Precisa suplementar?

Atender às particularidades nutricionais da espécie é fundamental para um pet mais saudável e longevo

Publicidade

Os gatos apresentam uma série de particularidades que os diferenciam dos outros pets, seja no seu comportamento, no seu estilo de vida, ou nas suas necessidades nutricionais. Ter uma dieta equilibrada e rica em nutrientes que desempenham papel fundamental no desenvolvimento e na saúde dos felinos é pilar fundamental para que estes pets tenham uma vida mais saudável.

“Além da alta exigência de proteínas na sua dieta, os felinos precisam de alimentos que supram as suas necessidades de nutrientes estratégicos, como a vitamina A, aminoácidos específicos e ácidos graxos essenciais”, explica Andrea Nagata, médica veterinária gerente de produtos da Avert Saúde Animal.

Andrea reforça a importância de cada um destes nutrientes abaixo:

Publicidade

– Vitamina A

Vitaminas são essenciais para o funcionamento adequado de todos os órgãos e tecidos que compõem o organismo animal. Cada vitamina apresenta uma função específica e, a maioria delas, é metabolizada pelo próprio organismo.

Porém, os felinos apresentam baixa atividade das enzimas dioxigenases, que são responsáveis pelo processo metabólico que converte o B-caroteno em Retinol (vitamina A). Por este motivo, eles necessitam de uma fonte alimentar com a vitamina A pré-formada em sua dieta, como é o caso de alimentos de origem animal.

– Aminoácidos (Arginina e Taurina)

Aminoácidos, em geral, são responsáveis pela formação dos músculos, tecidos, alguns hormônios e enzimas. Alguns aminoácidos são produzidos pelo próprio organismo enquanto outros precisam ser adquiridos através da alimentação (principalmente proteínas) ou suplementação.

Publicidade

Os gatos não são capazes de sintetizar Arginina na quantidade suficiente para suprir as suas necessidades, e este aminoácido é de extrema importância para a eliminação da amônia através da urina. Sem arginina suficiente na dieta, os gatos podem apresentar hiperamonemia (excesso de amônia na corrente sanguínea) e alterações graves como espasmos musculares, vômito, falta de coordenação motora e, em casos graves, evoluir ao coma e óbito do animal.

Já a Taurina é um aminoácido vital para o funcionamento da visão, dos órgãos reprodutivos, do sistema digestivo e do músculo cardíaco dos felinos. Os gatos que têm uma dieta pobre em Taurina apresentam perda gradual da visão (Degeneração Central da Retina dos Felinos), problemas reprodutivos, perda de audição, disfunção no sistema imunológico, degeneração do músculo cardíaco (Cardiomiopatia Dilatada) e problemas de coagulação. Devido a sua grande importância para a saúde dos gatos, a grande maioria das rações comerciais desenvolvidas para felinos apresentam suplementação de taurina em sua composição.

– Ácidos Graxos Essenciais

Os ácidos graxos ajudam o pet a manter a saúde da pele, os pelos, do sistema reprodutivo e do metabolismo em geral, e uma das funções mais importantes destes nutrientes é o transporte das vitaminas solúveis em gordura (vitaminas A, D, E e K).

O DHA e o Ômega-3 são essenciais na dieta de todos os pets, e os felinos se beneficiam ainda mais de uma dieta enriquecida em Ômega-6, ou ácido araquidônico, já que não conseguem promover a conversão do ácido linoléico neste nutriente, o que faz com que sua obtenção através da alimentação seja obrigatória para a espécie.

O ácido araquidônico é encontrado em grande quantidade na gordura animal e é obrigatório que esteja presente na alimentação dos felinos, que pode ser feita através de suplementação alimentar caso a ração fornecida ao gato não tenha este nutriente na sua formulação.

Além de todos estes nutrientes serem altamente importantes para uma nutrição saudável do pet, Andrea também alerta que é importante que a dieta do gato esteja de acordo com as particularidades da raça e das fases da vida do animal, já que filhotes apresentam exigências nutricionais distintas dos pets adultos, e também dos idosos. “Cada fase da vida do pet necessita de uma concentração diferente de nutrientes. Estar atento à essas particularidades e suplementar nutrientes quando for necessário é fundamental para que o pet seja mais saudável e possa ter uma vida mais longa”, finaliza.

Últimas Postagens

Notícias relacionadas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.